BLOGELLERA

4 Passos para fidelizar clientes.

Desde o começo da pandemia, em 2020, o aumento da procura por compras online disparou. Em resultado disso, levantou-se que 19% dos brasileiros fizeram a sua primeira compra online neste ano e foi possível prever que o comércio eletrônico irá representar quase metade (43%) do crescimento de vendas em varejo até 2025.


Nesse novo cenário, surgem oportunidades para a conquista e fidelização de clientes, o que faz com que a capacidade das empresas de implementar uma transformação digital seja de extrema importância.


Com isso em vista, a pergunta que fica é: como cativar o cliente na hora de comprar?


Depois de mais de um ano vivendo sob uma nova realidade, podemos ter certeza de que as mudanças não pararão de acontecer. Novos hábitos marcam uma presença definitiva nesse cenário, escondendo as chaves para a conquista desse novo público no meio online.


Quer saber quais são elas? Vem comigo.


  • A experiência que você oferece é o mais importante.

  • A possibilidade de escolha é essencial.

  • Cada cliente é único e deve se sentir como tal.

  • Ofereça uma experiência de compras segura.


1. A experiência que você oferece é o mais importante.

Ao fazerem compras online, os clientes esperam ser capazes de escolher entre diferentes marcas e preços, atitudes que preveem o aumento das vendas no e-commerce 60% para os próximos 5 anos no Brasil.


Esse dado revela de forma clara que o consumidor procura uma boa experiência de compra, na qual ele tenha um atendimento impecável e acesso a qualquer hora, em qualquer lugar. Ao pensar no seu e-commerce, essa é uma área que merece o seu investimento, não a negligencie.


2. A possibilidade de escolha é essencial

Antes de mais nada, é importante ressaltar que o equilíbrio (entre uma grande variedade ou uma pequena variedade de modelos) é fundamento básico para esse item. Os clientes ficam frustrados ao se depararem com a falta de opções de um produto e também se sentem angustiados por terem opções demais para escolher.

Hoje, os clientes tendem a querer personalizar a sua experiência de compra, tomando controle de definição de categorias. Segundo o Think With Google: 84% dos consumidores brasileiros buscam experiências personalizadas sob medida às suas necessidades e aos seus gostos.


Logo, é de grande importância que os clientes tenham a possibilidade de escolher entre uma boa variedade de produtos, categorizando-os por preços, marcas e atributos. Outro aspecto fundamental é mostrar a avaliação de outros compradores, que dão mais segurança ao cliente.


Uma boa alternativa é oferecer uma melhor experiência de compra por meio de ferramentas que personalizem a navegação dos clientes por diferentes seções e opções de produtos.


3. Cada cliente é único e deve se sentir como tal.

No primeiro semestre 2021, houve um aumento de 64% na pesquisa por termos como “personalizado” na América Latina, em comparação com o ano anterior.


Mas o que quer dizer esse “personalizado”?


Cada pessoa é diferente, e se espera que as marcas sejam capazes de refletir isso. O envio massivo de e-mails e ofertas aos clientes tem atingido, cada dia mais, resultados bem distantes do que era esperado. Os clientes buscam experiências exclusivas às suas necessidades, criando a oportunidade para que as marcas proponham formas mais inovadoras de personalização .


45% dos brasileiros se sentem no comando ao poderem escolher entre uma grande variedade de produtos em apenas um estabelecimento.


A partir dessa afirmação, é recomendável que as empresas pensem cada vez mais em sofisticar a personalização durante a experiência de compra do usuário. Existem diversas ferramentas capazes de gerar uma experiência mais exclusiva aos clientes, como o envio de pequenos presentes, bilhetes de agradecimento pela compra, dar a possibilidade de personalização de produtos ou recomendações com base nas suas compras anteriores.


Para que as marcas ampliem a sua mensagem, sem perderem a sua individualidade, é necessário que elas descubram qual ferramenta será sua melhor aliada para suas próximas campanhas.



4. Ofereça uma experiência de compra personalizada e segura.

Quando os consumidores se deparam com a oferta personalizada, 43% deles estão dispostos a compartilhar informações pessoais, enquanto 48% desses mesmos consumidores já evitaram comprar em algum estabelecimento devido a questões de privacidade. Esses dados se tornam cruciais em um momento no qual a privacidade é um assunto que está no centro das atenções.


Ao oferecer as suas informações pessoais durante uma compra, o cliente confia que a empresa proteja essas informações e use-as com responsabilidade. No outro lado, ao possuir seus próprios dados, a empresa pode utilizá-los como a chave para aumentar sua receita, ter revelações sobre os seus clientes e personalizar suas ofertas (mas com muita parcimônia, não exagere!!).


Para que se possa oferecer uma experiência de compra segura, é importante que a empresa saiba que 30% dos brasileiros se preocupam sobre a segurança de seus pagamentos, enquanto 28% consideram que o que a marca fará com suas informações pessoais é o ponto mais desagradável ao se realizar uma compra online.


Para manter um bom posicionamento perante esses dados, a empresa deve sempre oferecer uma experiência segura aos seus clientes, assim como comunicar suas políticas de privacidade.



Dica final:

Uma das palavras-chave para a criação de um relacionamento mais sólido entre o cliente e a marca é a consistência. Os serviços oferecidos e a comunicação devem ser os mesmos em todos os canais.


Ao considerarmos que o consumidor dá um voto de confiança ao compartilhar suas informações pessoais, considere utilizar esses dados para a criação de uma experiência única e segura que os clientes admirem, assim conquistando sua felicidade e satisfação.


Bons negócios.


Fonte: Think With Google