top of page

BLOGELLERA

Mais dicas para impulsionar seu e-commerce



Deixe em um "local" de fácil acesso as avaliações.


Muitos usuários só compram se tiverem certeza de que o produto foi aprovado por outros consumidores, principalmente para marcas e/ou produtos desconhecidos.

Isso vai ao encontro de um conceito da psicologia conhecido como prova social, que consiste em uma validação por outras pessoas que passaram pela mesma circunstância, para garantir a tomada da melhor decisão.


Portanto, cada vez mais a avaliação dos clientes vai ser um elemento crítico para conclusão da compra.


A recomendação é: deixe evidentes as avaliações feitas pelos usuários que também compraram aquele produto.


Aqui uma questão fundamental: estimule os clientes a comentar; você pode oferecer um sistema de recompensas para estimular as pessoas a colocarem seus comentários/pontuações. Isso pode operar junto com mensagens (discretas) que lembrem a pessoa de fazer a avaliação.




Ofereça condições especiais de frete e entrega.


Segundo o estudo do Instituto Baymard, 55% dos usuários deixam de seguir com a compra por causa dos custos com despesas de frete.


Procure oferecer, sempre que possível, condições especiais de frete e entrega.

Deixe a informação sobre essa despesa clara e acessível na página de detalhamento do produto, para acelerar o processo.


Muitos sites, inclusive, colocam essa informação clara ao longo de todo o processo, para evitar que o consumidor fique chateado por ter gastado um tempo navegando no seu site e, lá na frente, descobrir que o custo do frete é inviável para ele.



Tenha uma barra de busca.


Quase todos os usuários começam a pesquisa de um produto pela barra de busca, principalmente em sites e aplicativos que têm muito conteúdo.


Há inclusive um estudo da Hubspot que detectou que 48% dos usuários que realizaram uma compra no mobile começaram o processo de pesquisa na barra de busca. Portanto, usuários que começam por esse ponto são muito mais valiosos, têm uma propensão três, cinco vezes maior de concluir a compra.

A primeira recomendação é que a barra de busca esteja bem destacada no topo da home page.

Existem muitos sites que deixam apenas a lupa da busca disponível, mas a sacada é encontrar um espaço bem estratégico para essa barra.

Garanta que toda busca exiba resultados, mesmo que sejam de um produto similar ao pesquisado, caso este esteja indisponível.

E… fundamental: deixe a barra de busca visível durante toda a navegação.



Filtros e classificação dos resultados de busca no seu e-commerce


O Google fez um estudo no ano de 2020 em sete países da Europa; 88% dos usuários declaram que a condição de ordenar e filtrar os resultados ajuda a reduzir a tensão diante do excesso de informações.


Muitas vezes, você está procurando uma categoria de produtos e aparecem lá centenas de resultados.


Os deslizes mais comuns são: poucas opções de filtragem, design confuso da ferramenta e falta de lógica nos resultados.

A recomendação é adicionar o maior número de opções de filtros e de classificação dos resultados possível e, obviamente, fazer com que os filtros funcionem perfeitamente.


Gostou do conteúdo?


Encaminha para quem possa estar precisando dessas dicas.


Já conhece a nossa camiseta de Experiência do Usuário que vem com um E-book com 6 Fundamentos Básicos de UX?








Comments


Ícone do WhatsApp
bottom of page